expresso_grande A ingestão de café é um método muito utilizado pelos trabalhadores de todo o mundo para aumentar a atenção e a produtividade. Um novo estudo realizado no Brasil acrescenta que uma chávena café expresso por dia previne o aparecimento de várias doenças, como o cancro, Parkinson e a diabetes.

Quando tomado nas doses certas, o café pode ainda melhorar a digestão e prevenir doenças degenerativas. Para os mais gulosos, serve como uma alternativa menos calórica aos doces na sobremesa depois do almoço ou do jantar.

A pesquisa alerta no entanto para os malefícios da ingestão excessiva do produto e salienta que este deve ser evitado pelo sexo feminino durante a menopausa e por pessoas que têm tensão arterial elevada.

A teoria foi posta à prova na Faculdade de Saúde Pública e na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Durante a experiência foram utilizados 180 ratos, animal cujo fígado é semelhante ao do ser humano. A uma metade dos ratos era dada água para beber; a outra metade ingeria café.

Os órgãos dos animais foram posteriormente analisados e o resultado foi revelador: aqueles que bebiam café tinham verificado um aumento de enzimas cuja função é proteger o organismo, reduzindo a probabilidade de aparecimento de doenças.

Para que se comecem a sentir os malefícios é necessário tomar mais do que quatro chávenas por dia. Importa referir que o café contém um elevado teor de cafeína, substância que quando ingerida em grandes quantidades pode provocar o aumento da tensão arterial e a perda de cálcio, agravando casos de osteoporose.

Conheça os benefícios do café e saiba como utilizá-lo a seu favor. Consulte o seu nutricionista e procure uma dieta rica e equilibrada que lhe permita viver melhor e durante mais tempo.