“O Culto do Chá” de Wenceslau de Moraes

o-culto-do-chá-grandeO Culto do Chá” é uma narrativa cativante  sobre a cultura do Chá no Japão. O livro é da autoria de Wenceslau de Moraes, um oficial da marinha portuguesa apaixonado pela cultura japonesa. Nascido em Lisboa no ano de 1854, Wenceslau faleceu, em 1929, na província de Tokushima, terra que escolheu para viver depois da morte de um dos seus amores. Ler mais

“No Café da Juventude Perdida” de Patrick Modiano

leia-o-cafe-da-juventude-perdida Quem nunca passou horas no café sentado a conversar em torno de uma chávena há muito vazia? A verdade é que as cafetarias servem para mais do que tomar café: são locais de encontro entre amigos, tertúlias futebolísticas e literárias, locais de estudo e até mesmo de conspiração política. Quantas revoluções e quantos movimentos artísticos não começaram num simples café? “No Café da Juventude Perdida” passa-se num desses locais. Ler mais

“No Café da Juventude Perdida” de Patrick Modiano

no café da juventude perdida - grande Quem nunca passou horas no café sentado a conversar em torno de uma chávena há muito vazia? A verdade é que as cafetarias servem para mais do que tomar café: são locais de encontro entre amigos, tertúlias futebolísticas e literárias, locais de estudo e até mesmo de conspiração política. Quantas revoluções e quantos movimentos artísticos não começaram num simples café? “No Café da Juventude Perdida” passa-se num desses locais. Ler mais

“Café Central” de Álvaro Guerra

café central - grandeCafé Central”de Álvaro Guerra é uma narrativa histórica que aborda as temáticas relativas ao Portugal do século XX. O livro tem como ponto de partida o Café Central, um estabelecimento de Vila Franca de Xira que servia como local de encontro para troca de informações. A verdade é que não são poucas as conspirações políticas, quedas de governo e correntes artísticas que tiveram origem em torno de uma chávena de café. Ler mais

“A Vida é uma Chávena de Café” de Anabela Pinto

a vida é uma chávena de café - grande “A Vida é uma Chávena de Café… para ser bebida em qualquer altura”, lê-se na capa do romance publicado por Anabela Pinto. Presente no dia-a-dia, o café acompanha história das nossas vidas: está presente no trabalho, nas festas com amigos e em casamentos, por exemplo. Ler mais