decaffeination-background O café é uma das bebidas mais consumidas em todo o mundo. Salientamos, no entanto, que tal como qualquer outro alimento ou bebida, se for consumido em excesso pode trazer alguns problemas para a saúde. Substâncias como a cafeína têm um efeito energético que lhe permite aumentar o seu ritmo de trabalho. Em contrapartida, o café não é uma bebida aconselhada para quem deseja dormir poucos minutos após a ingestão. Para esses o melhor será optar por um café descafeinado.

Há ainda algumas pessoas que, embora gostem do sabor do café, dispensam os seus efeitos. Para permitir que o hábito se mantivesse, procurou-se reduzir os efeitos, diminuindo o teor de cafeína presente nos grãos. Mas, afinal, como é que se dá o processo de descafeinização? .

Ao todo existem quatro formas diferentes de retirar ao café o seu elevado teor de cafeína. Embora cada um seja distinto do outro, todos os processos começam da mesma forma: colocar os grãos em água quente. Depois, é necessário acrescentar uma substância solvente que vai atuar durante um determinado período de tempo.

Cloreto de metileno

Esta substância atua de forma a que as moléculas de cafeína se agrupem. Ao ligar as moléculas, o cloreto de metileno faz com que parte do teor de cafeína seja extraído. De salientar, no entanto, o processo não é 100% eficaz e pode, inclusive, determinar uma mudança no sabor do café descafeinado.

Etil-acetato

À semelhança do cloreto de metileno, o etil-acetato permite a eliminação de algumas das moléculas de cafeína. As contra indicções são também semelhantes: a remoção não é total e pode verificar-se uma alteração no sabor do descafeinado feito a partir daqueles grãos.

Dióxido de Carbono

Depois de colocados em água, os grãos amolecidos devem ser cozinhados numa caldeira de alta pressão com dióxido de carbono. O gás atrai as moléculas de cafeína, deixando as que atribuem o sabor ao café. O método tem como desvantagem principal o facto de ser relativamente caro.

Água

Outra forma de retirar cafeína é deixar os grãos em água quente durante bastante tempo. Embora seja extremamente barato, este processo faz com que haja não só uma perda de cafeína como uma perda de sabor. Para evitar a perda de paladar, é necessário utilizar um filtro de carvão.