a fragrancia do café - grande A literatura é uma porta para outras épocas. Em “Fragrância da Flor do Café” o leitor poderá viajar até ao outro lado do Atlântico em direção às plantações brasileiras de café da segunda metade do século XIX. O romance conta a história de Vitória uma mulher rica e ambiciosa, filha de um barão do café do Vale do Rio Paríba.

A história passa-se no ano de 1884 e descreve um ambiente de época através dos olhos da jovem bela e inteligente. Desejada pelos melhores partidos do local onde vive, Vita leva uma vida rica e luxuosa, suportada pelo trabalho escravo nas plantações do pai. A viragem ocorre quando conhece o Leão Castro, um jornalista misterioso que luta pela abolição da escravatura.

Apesar das divergências entre as duas personagens, os jovens acabam por se apaixonar. O livro constitui uma narrativa de época emocionante onde o leitor poderá acompanhar uma série empolgante de encontros e desencontros entre Vitória e Leão Castro.

A par história romântica, é possível saber mais sobre os acontecimentos e os aspetos históricos da época dourada das plantações brasileiras. Escravatura e a luta entre classes são apenas alguns dos assuntos que o livro aborda. “A Fragrância da Flor do Café” é muito mais do que uma simples história de amor.

A autora do livro é Ana Veloso, uma portuguesa apaixonada pelo Brasil licenciada em Filologia Romântica. Ana viveu durante muitos anos no Rio Janeiro, onde investigou vários documentos do século XIX que serviram de base para “A Fragrância da Flor do Café“. Antes da publicação, escreveu dois ensaios sobre o tema e visitou uma fazenda de café no Vale do Paraíba. Este é o primeiro livro da jornalista e escritora que agora vive em Hamburgo, na Alemanha.

Se é um amante do café ou se gosta de romances históricos, compre a obra “A Fragrância do Café” e entre numa máquina do tempo que o leva até ao Brasil do século XIX.